Otimize o seu jejum. Créditos: Freepik

Podemos potenciar o efeito de um regime alimentar inteligente através da colmatação de défices micronutricionais e/ou da inclusão de substâncias naturais que permitem otimizar alguns metabolismos, como a oxidação das gorduras, o metabolismo do açúcar ou o proteico.

Será que eu tenho défices nutricionais?

É recomendado avaliar as concentrações sanguíneas às vitaminas, minerais, ácidos gordos entre outros nutrientes. Mediante os resultados suplementar de acordo com as suas necessidades.

Quais os défices mais comuns?

  • Vitaminas do complexo B, C e D
  • Magnésio
  • Iodo
  • Ferro
  • Selénio
  • Zinco
  • Ácidos gordos essenciais

Suplementos importantes que pode aliar à prática do jejum

Ácido alfa-lipóico: ação antioxidante; redução dos níveis de insulina

Glutamina*: interfere no metabolismo proteico; correção da permeabilidade intestinal, proteção do sistema imunitário

*proibida em doentes oncológicos

BCAA – aminoácidos de cadeia ramificada: o nosso corpo não produz estes aminoácidos, que estão implicadas na construção da massa magra.

Creatina: aumento de energia; aumento de massa magra

EGCG-Epigalocatequina-3-galato*: presente no chá verde; aumenta a lipólise (degradação de lipídios); apoptose de células adiposas

*existe na forma de comprimidos

Probióticos e prebióticos: reforçar a microbiota intestinal, dando bactérias benéficas e incluindo fibras que vão promover a multiplicação das mesmas

Água do mar

DICA: inclua na sua alimentação fermentados (como Kombucha ou chucrute), fruta e legumes (quanto mais diversidade melhor, para esta função em especial adicione à sua alimentação o alho, cebola, cenoura crua, banana verde e maçã com casca), miso, café, cacau, frutos vermelhos, casca de psyllium (fonte de fibra), acácia (fonte de fibra).

Marque a sua consulta de jejum connosco aqui para saber mais sobre como viver um estilo de vida saudável.

Clínicas Viver © 2019 All rights reserved

Boosted by BYD