Oclusão e dor orofacial

Oclusão e dor orofacial

A oclusão dentária é área da medicina dentária que avalia a forma como os dentes se relacionam entre si.

Para obter uma oclusão ideal é necessário que os maxilares superior e inferior se relacionem de uma forma estável e é fundamental que mantenham as funções normais: mastigação, deglutição, fala e estética.

Uma oclusão mais instável pode originar disfunções na região temporomandibular, que inclui a articulação temporomandibular (ATM), os músculos mastigatórios e outras estruturas associadas.

A ATM situa-se próximo do ouvido e é indispensável nos movimentos de abertura e encerramento da boca, com o auxílio dos músculos.

DISFUNÇÃO TEMPOROMANDIBULAR

Os sinais e sintomas mais frequentes nas disfunções temporomandibulares são:

  • Ruídos na articulação durante a fala ou mastigação (estalidos/crepitações);
  • Dor ou desconforto na região da cabeça, do ouvido e do pescoço;
  • Limitação na abertura da boca;
  • Bloqueio ou desvio da mandíbula;
  • Dificuldade na mastigação;
  • Zumbidos no ouvido, sensação de redução da audição e vertigem;
  • Desgaste dentários.

 

BRUXISMO

dent8O bruxismo é uma das patologias oclusais mais frequentes, atingindo uma grande parte da população. É um hábito inconsciente (apenas 5 a 20% tem consciência que apresenta o distúrbio) que leva o doente a ranger ou apertar os dentes durante o sono ou ao longo do dia.

Uma das principais causas do bruxismo é a ansiedade e o stress diário, atuando no sistema nervoso central e desencadeando ações no movimento e força dos músculos da mastigação. Normalmente é diagnosticado numa fase já tardia, uma vez que o próprio doente só deteta quando vê o desgaste nos seus dentes (dentes mais curtos) ou quando alguém deteta o ranger dos dentes. O médico dentista assume, assim, um papel fundamental ao detetar facetas de desgaste, tensões musculares ou limitações na abertura da boca.

Nas Clínicas Viver procuramos detetar a origem das suas queixas, diagnosticar utilizando sempre uma abordagem integrativa e realizar um plano de tratamento personalizado, contando com a ajuda de uma equipa multidisciplinar com terapêuticas pouco invasivas e biológicas.

 

Nesta área as terapias não convencionais são uma grande mais-valia. A termografia, as várias técnicas utilizadas na medicina tradicional chinesa, a hipnoterapia, as consultas de modo de vida, poderão ser alternativas muito eficazes e que complementam muito os tratamentos que o médico dentista pode oferecer.

 

Nesta especialidade a utilização da ozonoterapia tem bastante sucesso. O ozono devido ao seu potente efeito anti-inflamatório consegue aliviar de imediato a sintomatologia que está sempre associada aos problemas da ATM.

Clínicas Viver © 2019 All rights reserved

Boosted by BYD